quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Mentirosos by E. Lockhart - Resenha

(imagem da internet)


Nasceu em Nova York e fez doutorado em literatura inglesa na Universidade Columbia. Deu aulas de redação, literatura e escrita ativa. Seus livros já foram traduzidos para mais de dez idiomas. É autora de Dramarama, The Boyfriend List e Fly on the wall, e coautora de How to Be Bad, com Lauren Myracle e Sarah Mlynowski.
No Brasil foram lançados os livros O Histórico Infame de Frankie Landau-Banks (2013) e Mentirosos (2014), ambos pela Editora Seguinte.









 

Sobre o livro
(imagem da internet)


Sinopse:
Na família Sinclair, ninguém é carente, criminoso, viciado ou fracassado. Mas talvez isso seja mentira.
Os Sinclair são uma família rica e renomada, que se recusa a admitir que está em decadência e se agarra a todo custo às tradições. Assim, todo ano o patriarca, suas três filhas e seus respectivos filhos passam as férias de verão em sua ilha particular. Cadence - neta primogênita e principal herdeira -, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat são inseparáveis desde pequenos, e juntos formam um grupo chamado Mentirosos.
Durante o verão de seus quinze anos, as férias idílicas de Cadence são interrompidas quando a garota sofre um estranho acidente. Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, depressão, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos. Toda a família a trata com extremo cuidado e se recusa a dar mais detalhes sobre o ocorrido… até que Cadence finalmente volta à ilha para juntar as lembranças do que realmente aconteceu.

 

“Emocionante, bonito e devastadoramente inteligente, ‘Mentirosos’ é absolutamente inesquecível.”
(John Green, autor de “A Culpa É Das Estrelas”)




Sim, enfim eu li Mentirosos... li sem ver sinopse nem resenha para não criar expectativas, apenas assisti vários vídeos de alguns booktubers e fiquei instigada pela história misteriosa pela qual todos, sem exceções, se sentiram surpreendidos.

A família Sinclair é uma típica família tradicional americana, milionária, onde todos dependem da fonte de renda de um único mantenedor, no caso, o avô de Cadence. São ricos, bonitos, atléticos, loiros e altos... e claro, vivem das aparências sociais. Eles passam seus verões em uma ilha particular, onde cada uma das três irmãs (Bess, Penny e Carrie) tem sua própria casa, totalmente pronta para essa temporada. Os avós, Harry e Tipper são os mantenedores da família e é deles a casa principal da ilha.

Temos também Cadence, Mirren, Jonnhy (os três primos) e Gat (amigo de Jonnhy), jovens todos da mesma idade, que a partir dos 8 anos começam a se encontrar na ilha para a temporada de verão; eles se entitulam Os Mentirosos. Gat se torna um personagem importante na vida de Cadence, aos quatorze anos ela se descobre apaixonada pelo seu melhor amigo e o fato de estarem juntos é algo mágico para ela, algo que por si só basta para sua felicidade.

Porém, no verão dos quinze anos dos jovens, a estadia se torna um pouco mais complicada pois um dos familiares morre e isso desestrutura a família, gerando brigas e muitas desavenças entre as irmãs. Isso afeta diretamente esses quatro jovens que veem sua estrutura familiar ruindo em consequência de dinheiro, herança e poder. Neste cenário ocorre um acidente e a partir daí, Cadence perde a memória, não lembrando de absolutamente nada referente ao acidente ou o que tenha acontecido depois. Ela fica dois anos afastada da ilha, tentando se recuperar de fortes enxaquecas mas, aos dezessete anos, resolve voltar à ilha e encontrar o restante de sua família, tentando recuperar sua memória. A partir deste momento, o suspense e o mistério é parte indispensável da história.

A leitura fluiu, terminei em 4 dias (poderia ter lidos em algumas horas mas interrompi propositalmente em alguns momentos para analisar e refletir sobre o que havia lido) e confesso... no final do capítulo 15 eu já havia deduzido parte da verdade.... mas isso, de forma alguma tornou a leitura menos interessante ou me fez perder a sensação de mistério. A todo momento me questionei se era aquilo mesmo que eu havia pensado... uma parte era mas o final foi surpreendente da mesma forma.

A autora nos deixa várias pequenas pistas no decorrer da leitura, vários sinais do que realmente está acontecendo com Cadence... mas a causa da amnésia, o acidente de fato, as consequências do que aconteceu... ah, isso ela conseguiu deixar no suspense, ao menos para mim. Emily Lockhart tem uma escrita envolvente, cheia de frases marcantes e em alguns momentos utiliza uma linguagem poética para citar sentimentos e emoções de Cadence, uma jovem sensível e emotiva. Assim como os sentimentos de Cady, a leitura em alguns momentos se torna derramada em versos. Ela consegue colocar em palavras (a história é toda narrada em primeira pessoa por Cady) todas as dúvidas, conflitos e emoções que a protagonista passa em sua adolescência totalmente conturbada pela amnésia, pelas insistentes enxaquecas... tudo nela é à flor da pele... tanto o amor quanto a dor. 

A escrita desta autora me cativou e me encantou (tanto que vou correr procurar Histórico Infame de Frankie Landau-Banks  para emendar a leitura – são livros independentes).

Terminei o livro a exatos 10 minutos e vim correndo escrever sobre ele.... para mim foi uma leitura marcante e fiquei receosa de não conseguir fazer a resenha se esperasse muito, estou tentando evitar uma ressaca literária! Mas, como intercalei a leitura com um clássico, creio que não terei grandes problemas em superar o choque (positivo!) que esta história me causou.

 

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

J. J. Benítez



Hoje é a vez de J.J.Benitez, um escritor e jornalista espanhol, autor da série controversa Operação Cavalo de Tróia, entre outros.

Neste artigo falarei um pouco do autor, suas obras e citarei alguns detalhes referentes à sua obra mais conhecida, tentando não tornar a leitura deste texto enfadonha ou cansativa, vamos lá?



J. J. Benítez
(imagem da internet)

JJ Benitez, Juan José Benitez López, nascido na Pamplona em 07/09/1946, entrou para Universidade de Navarra em 1962 para o curso de Jornalismo, tornando-se logo enviado especial em vários diários regionais espanhóis.

Na década de 70 interessou-se pelo fenômeno OVNI e começou estudos de casos a respeito deste assunto, sendo que em 1975 declarou ter participado de um encontro alienígena no deserto de Chilca, no Peru (fato retratado em sua primeira obra, OVNI’S – SOS À HUMANIDADE)   .

Foi a partir de sua pesquisa sobre o Santo Sudário que originou a série de livros Cavalo de Tróia, sua obra mais conhecida e que trata basicamente da vida de Jesus de Nazaré, mesclando realidade com ficção.

Realiza ainda documentários, conferências e entrevistas relacionadas a supostos fenômenos alienígenas, sendo um defensor  das questões extraterrestres e gerando controvérsias entre a comunidade científica espanhola. 

São de sua autoria: Existiu Outra Humanidade, O Mistério da virgem de Guadalupe, 100.000 km em Busca de Ovnis, Os Astronautas de Yaveh, O Ovni de Belém, a famosa série de livros Operação Cavalo de Tróia, entre outros.


Vamos falar da Operação Cavalo de Tróia

(imagem da internet)

Cavalo de Tróia é uma obra de ficção, uma série literária composta por 9 livros, que simula “dossiês” que narrariam uma missão da Nasa na qual um módulo é levado ao passado com o propósito de confirmar a existência de Jesus Cristo, não sendo revelados grandes detalhes dos métodos de física quântica utilizados na reversão, mantendo seus conceitos também sigilosos.

Um major (nome não revelado) e um piloto teriam voltado no tempo até a época de Jesus Cristos e presenciado muitos fatos narrados na Bíblia (que serve como fonte de referência pois o texto contém datas e eventos da época, bem como costumes, leis e crenças da sociedade da época).

O major, durante a viagem, adota o nome de Jasão (um herói da mitologia grega, líder dos argonautas – exploradores dos mares, aventureiros) por ser cético e imparcial mas, durante a narrativa é tocado profundamente pela mensagem de Jesus.

Esta série deixa claro que a Igreja Católica passa longe da mensagem original do Mestre, sendo que a diferença entre os acontecimentos presenciados pelo Major e os narrados nos textos sagrados é enorme porém compreensível já que os evangelistas nem sempre estavam presentes aos acontecimentos que foram narrados muito tempo depois.

Segundo a obra, a mensagem de Jesus fala de um Deus-Pai, sempre bom e generoso, que não exige tempolos ou rituais, um Deus que precisa ser vivenciado para ser compreendido e que não pode ser comprovado.


Livros da Série Cavalo de Tróia

  • Operação Cavalo de Tróia 1: Jerusalém (1987)
  • Operação Cavalo de Tróia 2: Masada (1989)
  • Operação Cavalo de Tróia 3: Saidan (1990)
  • Operação Cavalo de Tróia 4: Nazaret (1992)
  • Operação Cavalo de Tróia 5: Cesarea (1996)
  • Operação Cavalo de Tróia 6: Hermón (1999)
  • Operação Cavalo de Tróia 7: Nahum (2005)
  • Operação Cavalo de Tróia 8: Jordán (2007)
  • Operação Cavalo de Tróia 9: Caná (2011)
 

Outras obras lançadas no Brasil



  • OVNS – SOS A Humanidade – Editora Best Seller
  • Sonhos – Editora Best Seller (2007)
  • O Enviado – Editora Planeta (2012)
  • O Testamento de São João – Editora Planeta (2012)
  • Existiu Outra Humanidade – Editora Planeta (2012)
  • O Mistério da Virgem de Guadalupe – Editora Planeta (2012)
  • O Homem que Sussurrava dos Umnitas – Editora Planeta (2012)
  • Os Astronautas de Yaveh – Editora Planeta (2012)
  • A Rebelião de Lúcifer – Editora Planeta (2012)
  • Encontro na Montanha Vermelha – Editora Planeta (2013)
  • Meus Enigmas Favoritos – Editora Planeta (2013)
  • O Dia do Relâmpago – Editora Planeta (2014)

  

 
Bem, é isso!
Espero que tenham gostado, que eu possa ter acrescentado algo interessante no dia de vocês e, caso tenham alguma crítica, comentário, análise, fiquem à vontade para escrever tanto aqui no blog (nos comentários) quanto para me enviar e-mail pelo formulário de contato ou para lidosequeridos@gmail.com.
Uma semana linda para todos!

Fontes de Pesquisa