quarta-feira, 6 de julho de 2016

Livro Viajante Jardim de Inverno - resenha by Ary Saraiva










Estou em um projeto maravilhoso, pelo visto vai dar tudo certo, Livro Viajante doze pessoas, doze livros, doze interpretações e infinitas emoções.
Meu primeiro livro foi o da Aline, que livro moça meus olhos marejam ainda de lembrar a história, e que história!
Jardim de Inverno da autora Kristin Hannah é emocionante me fez chorar (não tenho vergonha de dizer isso, e que se dane quem me jugar), mas acima de tudo me fez parar e refletir na condição humana e como ela enfrenta os problemas da vida, ou como as nossas personagens enfrenta cada uma os grandes problemas da vida.
Na personagem da Anya mostra uma personagem fria (mas que de fria não tem nada), determinada e determinante, forte em todos os aspectos em que uma mulher pode se destacar, tanto na vida amorosa (encontrar um amor e bom encontrar dois amores é indescritível, lembrando que um não supera o outro) quanto a ser mãe. Enfrentar um estado totalitário, uma Guerra Mundial, Fome, a perca do pai depois a mãe, pode-se dizer, mas no meu entender nada disso chega perto da perca de um filho (a), a impotência de não poder ajudar e sentir a vida se esvaindo em seus braços, deve ser imensurável, incomparável, de uma angustia sem fim. Mas ela segue em frente... E o que acontece com ela só lendo Jardim de inverno para saber, vale a pena ver como isso se desenrola. Eu me atrevo a dizer que a história se impõe, perante a tudo, na busca de um final feliz, se isso acontece ou não, há caro leitor venha ver esse Jardim, venha aquecer esses botões, para assim florescer uma linda emoção no teu coração, no teu refletir...

Detalhe me concentrei somente em uma personagem, mas tem mais, nelas esta a ligação do Todo! Numa a razão na outra coração, com ênfase nas trocas quando necessário!

Aline Obrigado por me fazer conhecer essa linda Historia! 
Ansioso para os outros viajantes!